Social Commerce: o que vai mudar

Picture of Adclick
Adclick

SHARE THIS

fim do social commerce

No final de Abril, a Meta anunciou algumas alterações ao suporte das Lojas no Facebook e Instagram para o mercado EMEA (Europa, Médio Oriente e África) que vão a partir de agosto afetar diretamente o ecossistema de e-commerce em Portugal.

Mas o que muda em agosto no Social Commerce?

A partir de 10 de agosto de 2023, as lojas no Facebook e Instagram na EMEA (com excepção de alguns países Europeus como a Alemanha, Dinamarca, Espanha, França, Itália, Noruega, Países Baixos, Reino Unido, Suécia, Suíça e Ucrânia) sem a opção “Finalizar o pagamento” dentro das próprias redes sociais serão desativadas, e com elas desaparecerão também as funcionalidades que lhe estão associadas, como a identificação de produtos e criação de públicos personalizados com base na atividade na loja.

Estas alterações terão um impacto severo em alguns negócios, nomeadamente, nas marcas de Fashion e Lifestyle que tinham nos Reels com identificação de produto, um placement perfeito para cativar potenciais compradores.

No entanto, nem tudo são más notícias. O catálogo de produtos continuará a estar disponível e a ser utilizado para os negócios em Portugal.

mulher com telemóvel e cartão na mão

Esta é uma clara mudança de estratégia da Meta, já que até agora os utilizadores interagiam com as lojas e produtos no Facebook e Instagram, mas abandonavam a plataforma quando pretendiam finalizar a compra.

A Meta pretende que isto deixe de acontecer e forçará a implementação de um sistema de finalização de compra dentro da própria plataforma, retendo os utilizadores e tornando toda a experiência de compra mais simples, cobrando, no entanto, uma taxa de operação para este serviço.

É este o fim do Social Commerce em Meta? Muito pelo contrário, as projeções apontam para que o volume de faturação duplique até 2025. Esta é apenas uma mudança de direção da Meta com foco na retenção de utilizadores dentro da plataforma e uniformização de experiência de compra.

 

És proprietário de uma página que ficará sem a opção de loja no Facebook ou Instagram ativa e estás preocupado com o impacto dessas alterações no teu negócio? Pede-nos ajuda para repensar a tua estratégia online.

Sente o efeito Adclick!