Natural language processing: um amanhã sem limites?

Picture of Sérgio Santos
Sérgio Santos

SHARE THIS

natural language processing

O Natural language processing (NLP) veio para ficar e mudar o paradigma no marketing digital.

Curiosos? Apesar de ser um tema muito falado, ainda existe muito desconhecimento. Vamos tentar ajudar a compreender como se processa e como o NLP nos pode ajudar no dia a dia, numa linguagem acessível a todos.

Natural language processing: o que é?

O NLP ou Processamento de Linguagem Natural é um ramo da inteligência artificial que tem como objetivo “dar às máquinas” a capacidade de responder e interpretar a linguagem humana.

Permite que um enorme conjunto de dados analisados, através de métodos analíticos e estatísticos, nos possam dar sugestões  e interpretações a determinados pedidos. Em termos técnicos: é a aplicação de técnicas computacionais à análise e síntese da linguagem natural e da fala.

Alguns dos exemplos mais conhecidos são os assistentes virtuais como a Alexa, a Siri ou o Assistente da Google; ou ainda os tradutores automáticos de linguagens como o Bing e mais conhecido, o Google Tradutor. No entanto, a estrela com mais destaque no marketing digital, sobretudo nos últimos tempos, é o chatbot.

natural language processing

NLP e linguagens de programação

Por outro lado, as linguagens de programação são usadas por dispositivos eletrónicos e computadores, para criar programas e aplicações.

Cada linguagem de programação está mais orientada para determinados ambientes: como PHP para a Web, o C/C++ para sistemas de backend, o Kotlin para Android e o Python e Perl para tratamento de dados.

Tendo por base a forma como os humanos falam e precisam de se fazer entender com os dispositivos eletrónicos, é aqui que o NLP faz a ponte entre a máquina e os seres humanos, traduzindo a linguagem natural para a linguagem de programação.

Desta forma, o NLP cria respostas a partir da interação humana, analisando e reconhecendo o tom de voz, a síntese gramatical, a ambiguidade das palavras, as emoções como ironia, sarcasmo e outros sentimentos… entre outros desafios que a linguagem oferece.

Quais as diferenças entre inteligência artificial, machine learning e Natural Language Processing?

Inteligência artificial (IA)

É a área da informática que simula a inteligência humana nas máquinas, imitando as capacidades cognitivas de como aprender e resolver problemas.

ML (Machine Learning)

É uma sub-área da IA que aplica algoritmos que criam modelos de amostras de inputs que evoluem automaticamente com os dados inseridos, ao contrário da programação que gera outputs constantes e previsíveis.

NLP (Natural Language Processing)

Constitui uma sub-área da IA que transforma a linguagem humana perceptível para os computadores, fazendo uso do ML.

São disciplinas que nos desafiam para um futuro onde a criatividade humana será acelerada pela inteligência artificial para um amanhã sem limites.

natural language processing

NLP e marketing digital: quais os desafios?

Conhecer bem o cliente para dar resposta às suas necessidades e garantir a sua fidelização, está entre os maiores desafios do marketing digital.

Os chatbots são um grande aliado nesta tarefa: são rápidos, ajudam a prever as necessidades dos utilizadores e a sugerir novas campanhas e produtos.

A NLP veio acrescentar mais camadas e desafios, mas, sem dúvida, oferecer mais oportunidades para as empresas e agências no digital.

Tens dúvidas? Sente o efeito Adclick!