Comunidades no WhatsApp – Será que devo criar para a minha marca?

Picture of Laura Mendes
Laura Mendes

SHARE THIS

Comunidades no WhatsApp

O WhatsApp lançou as Comunidades – uma ferramenta que permite juntar grupos destinados a temas comuns num só lugar de uma forma organizada e estruturada. Mas de que forma podemos potencializar esta oportunidade? Será que é indicado para todas as marcas?

Neste artigo terás todas as respostas sobre esta nova feature e perceberás como aproveitá-la em benefício da tua empresa. Se no final ainda tiveres dúvidas, contacta-nos.

Como funcionam as Comunidades?

As comunidades funcionam como um meio mais direto de comunicação com os clientes. O primeiro passo a fazer será o de criar uma Comunidade. Para isso, só é necessário clicar no respetivo ícone das comunidades que se encontra na página inicial da aplicação e, posteriormente, atribui-lhe um nome, foto e descrição. Depois de criada, basta que se adicionem à Comunidade grupos já existentes ou novos criados para o efeito.

Para convidar pessoas a integrar na tua comunidade, independentemente do grupo, tens duas opções: adicionar diretamente através do contacto ou, então, enviar uma ligação de convite. Dependendo das autorizações dadas pelo administrador, os membros integrantes poderão, também, conseguir adicionar outras pessoas, assim como criar e entrar em outros grupos dentro da mesma comunidade.

Podem ser adicionados, no máximo, 10 grupos a cada comunidade. Quanto aos membros, no máximo podem ser adicionados 512, sendo que podes ir progressivamente incluindo novos após a primeira adição.

Qual a diferença entre grupos e comunidades no WhatsApp?

Um grupo do WhatsApp geralmente é criado para um propósito ou interesse específico e para um número menor de pessoas que participam ativamente da conversa. Por outro lado, uma comunidade do WhatsApp envolve um grupo maior de pessoas que partilham um interesse ou objetivo comum, mas que podem participar ou não da discussão, dependendo das permissões que lhe são concedidas.

O que pode ser partilhado nas comunidades?

O administrador da comunidade poderá partilhar mensagens de texto, áudios, fotos, documentos, localização, contactos, sondagens e estabelecer videochamadas com, até, 32 pessoas em simultâneo. Ele poderá, também, escolher se esta partilha é unilateral ou se os membros integrantes da comunidade também o podem fazer.

É de salientar que uma mais valia das comunidades é a opção atribuída aos administradores de enviarem “comunicados”, que são mensagens entregues a todos os membros, independentemente do grupo que fazem parte.

Mas quais os benefícios das Comunidades WhatsApp para as marcas?

Para além dos benefícios que esta funcionalidade pode trazer para a comunicação interna, as marcas podem também integrar esta ferramenta na estratégia de comunicação com os clientes. Reunimos alguns benefícios a considerar:

1. Notificações

Digamos que pretendes alertar a tua base de clientes acerca de problemas com o produto ou notificá-los sobre correções futuras. Isso pode ser facilmente feito através dos “comunicados”, pois toda a comunidade será notificada.

2. Promoções

As empresas podem aproveitar as comunidades do WhatsApp para notificar os membros sobre promoções e descontos. Isso irá aumentar o envolvimento do cliente à comunidade e, também, ajudar a alavancar as vendas.

3. Eventos e lançamentos

As comunidades podem ser usadas como ponto de contacto para notificar os clientes em primeira-mão sobre novos lançamentos ou eventos que irão decorrer.

4. Suporte

Formar comunidades com clientes pode servir como mais uma plataforma para atendimento ao cliente, nomeadamente para a criação de um espaço de “fórum” em que os membros partilham feedbacks, dúvidas comuns, dicas, etc.


Em suma, a criação de Comunidades do ponto de vista estratégico poderá, efetivamente, fazer sentido para algumas marcas que pretendam adotar esta nova ferramenta. A mesma permite que se construam relacionamentos duradouros em que os clientes se sentem mais ligados à marca, que se aumente a confiança, que haja uma comunicação mais aberta e transparente, entre muitas outras mais-valias.

Se, ainda assim, tens dúvidas sobre a criação de comunidades e/ou da aplicabilidade que as mesmas terão para a tua marca, fala connosco!