estrategia seo

Começou agora um negócio, sabe que tem de construir uma boa presença online, mas não faz ideia de por onde começar a sua estratégia de SEO? Temos dois conselhos para si: primeiro, não se preocupe, porque há um “ponto zero” no SEO; segundo, não precisa de correr já para os braços de um especialista.

A verdade é que, estando em posse de alguns conhecimentos essenciais, a criação de uma estratégia de SEO pode estar ao seu alcance, pelo menos numa fase inicial. Para lhe dar uma ajuda, reunimos alguns princípios básicos – que serão, ao mesmo tempo, o seu ponto de partida para uma estratégia sólida.

1. A estratégia de SEO não são só palavras-chave

Sim, as palavras-chave são importantes, mas acredite que o seu site não sobe para o topo da página de resultados do Google só porque escreveu um texto com mil repetições da mesma palavra. Ainda que, num dia muito longínquo, essa teoria tenha funcionado, agora, quase em 2020, os motores de busca são demasiado inteligentes para caírem nessa “armadilha”.

Assim, comece por fazer um plano de palavras-chave para o seu site, escolhendo aquelas que, no seu entender, são mesmo essenciais. Depois estenda a lista com variações dessas palavras (por exemplo, a palavra-chave “carros elétricos” pode derivar na palavra-chave “carros elétricos mais baratos”). Essa é a base da sua estratégia de SEO: os temas sobre os quais vai produzir conteúdo, que andam em torno de um tema principal.

A partir daí, escreva naturalmente, com o seu estilo e com uma voz própria, tendo apenas o cuidado de incluir a palavra-chave no título e algumas vezes ao longo do texto. Os motores de busca de agora valorizam muito mais a qualidade geral do conteúdo do que a contagem de palavras-chave.

2. Há muito valor guardado nos títulos e subtítulos

Pense que a internet é um espaço onde a nossa atenção se reduz em qualidade e em tempo de foco. Manchas longas de texto têm sempre pouca sorte no ambiente digital, até porque se torna difícil para os utilizadores acompanharem o raciocínio.

Separe o seu conteúdo em secções e sub-secções, para que ele fique muito bem estruturado e fácil de acompanhar, mesmo com quebras de atenção pelo meio. Para este efeito, aposte em bons títulos e subtítulos.

Para além de serem úteis na estruturação do texto, os títulos e subtítulos também são benéficos na sua estratégia de SEO: quando indicados corretamente na página (em H2, H3 ou seguintes), eles dão ao motor de busca uma ideia clara dos temas abordados e da hierarquia de importância entre eles, facilitando a sua colocação nos resultados de pesquisa.

dicas seo para iniciantes

3. A importância das alt tags

O nome pode ser-lhe desconhecido, mas é fácil de aprender: as alt tags são “etiquetas alternativas” que legendam o nosso conteúdo quando, por algum motivo, ele não pode ser corretamente carregado pelas máquinas. Imagine, por exemplo, que acede a um site e o seu computador não consegue carregar as imagens. Se elas tiverem uma alt tag, no lugar onde deviam aparecer as figuras vai aparecer uma legenda. Fica, assim, garantido que o utilizador percebe o conteúdo na totalidade, mesmo que não seja apresentado como previsto.

Por outro lado, as alt tags também fazem parte da estratégia de SEO porque são lidas pelos motores de busca e os ajudam a perceber melhor o conteúdo da página. Pense sempre que as máquinas não conseguem ver, e por isso quando procuram o seu site, não conseguem ler imagens: só sabem o que as imagens mostram se elas vierem acompanhadas de uma legenda.

Um cuidado adicional que deve ter é o de escolher alt tags que façam sentido. Se é certo que, para um motor de busca, não teria mal escolher alt tags como “bebé 1” e “bebé 2” (sendo a palavra-chave “bebé”), um utilizador invisual, por exemplo, ficaria sem perceber o conteúdo das imagens.

4. A meta-descrição é o isco

A meta-descrição das páginas fica muitas vezes de fora da estratégia de SEO dos principiantes porque, afinal, não é dos campos mais visíveis quando se escreve conteúdo para a internet. A questão é que ele pode não ser muito visível para quem escreve… mas é muito visível para quem procura!

Em condições normais – e se o seu conteúdo não tiver sido trabalhado ao detalhe por um especialista – os motores de busca vão escolher a sua meta-descrição para preencher o espaço a seguir ao título da sua página. Se não está a ver que espaço é esse, faça uma pesquisa qualquer no Google. Repare que, logo depois do título de cada página, há um pequeno texto que explica o que tem lá dentro – esse texto é a sua meta-descrição.

Acertar uma meta-descrição esclarecedora e convidativa pode fazer toda a diferença entre passar pelos resultados do motor de pesquisa sem cliques ou trazer, realmente, utilizadores ao seu site.

motores de busca seo

5. O URL também é SEO

Este é outro dos elementos que fica muitas vezes esquecido, mas é de uma importância extrema para quem quer fazer uma estratégia de SEO bem feita. O endereço específico de cada página não só deve conter a palavra-chave como deve ser inteligível. É ele que permite aos motores de busca conhecerem o seu site e entenderem a estrutura em que ele está organizado. É como procurar um papel numa gaveta cheia de papéis ou dentro de um dossier catalogado: quando as coisas estão etiquetadas, chegamos lá mais depressa.

Para planear o URL de cada um dos seus conteúdos, basta editá-lo e escrever o título da sua página sem aquilo a que, em SEO, se chamam de stop words (“o”, “a”, “de”,…). Evite também usar acentos e carateres especiais, porque eles serão convertidos em combinações estranhas para os motores de busca poderem ler (e, quando isso acontece, lá se vai a estratégia de SEO).

6. O conteúdo é um rio que não pára

Ter um negócio presente online é como ter uma loja aberta na rua: o grande objetivo é manter os clientes sempre a entrar. Ora, no caso do digital a melhor forma de conseguir essa proeza é mantendo o conteúdo sempre a fluir: se souberem que há coisas novas com alguma regularidade, os utilizadores vão voltando. A boa notícia é que os motores de busca também: se criar conteúdo novo com frequência, os sistemas vão estar sempre a visitar o seu site para se atualizarem.

A vinda constante dos motores de busca ao seu site é importante porque, quando lança um conteúdo novo, quer que ele seja logo considerado pelos sistemas na hora de mostrar resultados aos utilizadores; ora, se publicar conteúdo de longe a longe, os motores de busca também só visitam o seu negócio de longe a longe, o que significa que vão ignorar a existência do seu conteúdo durante algum tempo em vez de o apresentarem logo aos internautas. A periodicidade é muito importante.

Em jeito de conclusão, fica a nota de que uma boa estratégia de SEO é aquela que começa a ser implementada desde o primeiro momento. Mesmo que não se sinta nenhum especialista, tente ter estes cuidados essenciais em tudo o que publica, porque eles vão abrir caminho a um futuro trabalho mais avançado.

Adclick
Adclick

Entrámos no mercado em 2007, num contexto em que o marketing digital provocou uma série de mudanças para as empresas e criou novas necessidades e oportunidades de negócio. Atualmente, destacamo-nos pelo know-how para a criação de estratégias digitais com dois grandes pilares de atuação: performance e construção de audiências. Com esses dois pilares, garantimos a capacidade de segmentar e qualificar a audiência para otimizar os resultados.